Vovô metralha é preso pela PM após realizar disparos em via pública em Ariquemes; Arsenal foi apreendido

19 de maio de 2020 Fonte::

O fato que chamou a atenção dos policiais aconteceu na 6° Rua do Bairro Rota do Sol em Ariquemes, quando a guarnição foi acionada pela Central de Operações a comparecer no local, pois populares teriam avistado um homem efetuando disparos com uma arma de fogo.

Imediatamente a guarnição se deslocou ao endereço indicado, onde ao se aproximar os policiais já ouviram mais disparos, momento em que avistaram o elemento G.R., 52 anos, com uma espingarda na mão apontando para o alto.

Usando de muita cautela os policiais começaram a verbalizar para que o homem largasse a arma, e após várias ordens serem proferidas, o mesmo colocou a arma no chão, onde pode ser constatado que a referida arma estava carregada com um cartucho, pronta para o uso.

Ao ser realizada revista pessoal ao homem, nada de ilícito fora localizado. Ao ser questionado qual o motivo dos disparos, o elemento relatou que fazia parte de um grupo de Sem Terras e que estava sendo perseguido, fato que não conseguiu dar maiores explicações.

Ao ser realizado revista em sua residência, foi localizado em cima da cama 02 cartuchos deflagrados da referida espingarda, 13 cartuchos deflagrados e mais 01 intacto, totalizando 02 cartuchos intactos de calibre .12, 02 cartuchos deflagrados de cal .20, uma cápsula deflagrada calibre .38, 01 cápsula deflagrada calibre .32 e uma munição intacta calibre .380.

Também fora localizado um bornal utilizado para caça e um cinto porta cartuchos, 02 frascos contendo pólvora e chumbo, e 02 buchas utilizadas para recarregar os cartuchos, 03 canos que o conduzido afirmou que seriam utilizados para fabricar armas artesanais calibre .16.

Ainda dentro da residência foram localizados um total de 08 armas brancas, entre elas facas e facões, os quais o elemento afirmou que utilizava quando ia para a região de mata, a quantia de R$ 915,00 (Novecentos e Quinze Reais) dentro de uma carteira junto com os documentos pessoais e cartões.

Após as constatações, todo o material foi apreendido e apresentado, juntamente com o elemento na Unidade de Segurança Pública (UNISP), onde foi registrado o Boletim de Ocorrência Policial sob n° 71.505/2020, para a tomada de providências por parte da autoridade policial.

Fonte: Ariquemes190

Comentarios