Terras indígenas são alvo de invasões e loteamento em Rondônia

13 de agosto de 2019

Povo Amondawa é um dos afetados pelas ocupações, ao sul da terra Uru Eu Wau Wau. Segundo ICMBio, uma associação rural estaria fazendo o loteamento de algumas áreas invadidas.

o sul da terra dos Uru Eu Wau Wau em Rondônia, indígenas se mantêm com a produção de farinha de mandioca e colheita de castanha. A caça e a pesca estão prejudicadas pois eles não querem se afastar muito da aldeia. O povo Amondawa, que vive na região, se diz ameaçado pelas invasões e loteamentos de terra dentro da área indígena.

“Claro que a gente não tem sentido nada de criar problema com o outro, mas se o pessoal vem para cima da gente, a gente tem que se defender”, diz o indígena Puruá Amondawa.

Especialistas alertam que se o ritmo atual de grilagem e desmatamento ilegal continuar nas terras indígenas de Rondônia, as consequências serão desastrosas. A floresta na terra Uru Eu Wau Wau garante a sobrevivência de cinco povos, sendo dois isolados, sem qualquer contato com pessoas de fora da aldeia, e eles dependem exclusivamente do que a mata oferece.