Na UTI, estudante atropelada por moto aquática faz transfusão e deve passar por cirurgia para fixar coluna em RO

16 de julho de 2021 Fonte:: G1 RO

A estudante de direito atropelada por uma moto aquática no rio Candeias passou por uma transfusão de sangue e deve ser submetida a uma cirurgia de fixação na coluna, nesta quinta-feira (15), no Hospital de Base de Porto Velho.

Vanessa Gabriela está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HB desde a última terça-feira (13), após ser transferida do Hospital João Paulo II.

Segundo Fernando Máximo, chefe da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a jovem de 21 anos deve passar por uma cirurgia de fixação da coluna.

O procedimento médico se faz necessário, pois no acidente Vanessa acabou fraturando a vértebra C-5 (a quinta da coluna cervical). Com isso, o boletim da Sesau afirma que a jovem perdeu movimentos de membros superiores e inferiores.

“Ela foi submetida a uma transfusão sanguínea porque os exames de sangue mostraram uma anemia importante e ela necessitava dessa transfusão par que tivesse preparada para a cirurgia de fixação na coluna, que deve ser feita nesta quinta-feira. Depois esperamos que ela se recupere o mais breve possível”, afirma o secretário.

No último domingo, Vanessa, de 21 anos, e outra amiga estavam em uma moto aquática quando foram atingidas por outro veículo aquático (conduzido por um homem).

Com a força da colisão, as mulheres foram jogadas na água e ficaram desacordadas. Um rapaz que estava perto do acidente pulou na água e colocou as duas vítimas em um barco, onde fez reanimação cardíaca.

O Corpo de Bombeiros foi acionado até o local e já encontrou as meninas conscientes. Como o caso de Vanessa era mais grave, pois tinha cortes profundos e fratura no corpo, a jovem foi levada ao Hospital João Paulo II.

Já a outra amiga dele teve ferimentos menos intensos e foi atendida no hospital de Candeias do Jamari.

Comentarios