covid-19 goveno do estado

MACHADINHO: Família de empresário é feita refém enquanto assaltantes roubam camionete; dois foram presos

8 de setembro de 2021 Fonte:: Machadinho Online

Na manhã desta segunda-feira, 06, um empresário de 33 anos foi surpreendido por quatro assaltantes, em sua residência, no bairro Porto Feliz, em Machadinho D’Oeste/RO, ao sair para trabalhar.

Os bandidos chegaram em um carro modelo VW Gol, cor Branca, todos empunhavam armas de fogo e diante de grave ameaça roubaram uma caminhonete Hilux, cor cinza de propriedade do empresário.

Enquanto dois dos bandidos levaram o veículo, outros dois permaneceram na residência da vitima, onde fizeram a família refém sob ameaças e agressões, até que a caminhonete chegasse ao destino desejado. Porém por volta das 15 horas a Polícia Militar recebeu uma informação por parte de um parente das vitimas, que notou um comportamento estranho no empresário ao chegar em sua residência e conversar com ele pelo interfone, e por não ver caminhonete na garagem resolver acionar a PM.

Várias equipes da Policia Militar, Força Nacional e Policia Civil estiveram no local e ao entrarem na residência para verificar se havia alguma anormalidade se depararam com um dos assaltantes sentado a mesa da família, que ainda tentou se passar por um parente das vitimas e escondeu uma pistola calibre 9mm, no guarda-roupas do casal.

O segundo bandido tentou se esconder na caixa d’agua do vizinho, mas foi localizado, junto com um revólver calibre .44, pelos militares.

Os criminosos receberam voz de prisão pelos crimes de roubo e cárcere privado. As duas armas de fogo foram apreendidas. A caminhonete até o momento não foi recuperada e provavelmente tenha sido levada para a Bolívia.

Ação policial foi bem sucedida e as vitimas foram resgatadas ilesas.

Os assaltantes presos foram identificados sendo: Raimundo Nonato de Souza Gomes, 32 anos, residente em Ariquemes e Ronaldo dos Santos Batista, 24 anos, este de Machadinho D’Oeste e se encontrava em liberdade condicional. Os outros dois criminosos ainda não foram identificados.

Comentarios