Em meio crise da pandemia, Vereadores derrubam veto do prefeito e aumentam os próprios salários em Theobroma/RO

22 de janeiro de 2021 Fonte:: PortalTheobroma

O inacreditável aconteceu em Theobroma/RO, mais uma vez a maioria da Câmara Municipal evidencia que governa em nome dos seus próprios interesses e contra as necessidades da maioria da população trabalhadora.

Depois do veto do ex-prefeito Abel, no dia 30/12/20, ao projeto de Lei 729/2020 que tem como autor a mesa diretora da câmara municipal e que tinha como proposta alterar os subsídios dos agentes políticos do município, lei essa que aumentava o salário dos vereadores, prefeito, vice prefeito, secretários e adjuntos para o próximo mandato em até 60%, teve mais um capitulo infelizmente. 

RELEMBRE A MATÉRIA: Vereadores de Theobroma fazem projeto de lei para aumentar salários, mas atual prefeito veta

Diante do veto do na época prefeito José Abel (PDT), a Mesa Diretora da Câmara Municipal, comandada pelo ex-vereador Gilmar Alves de Souza (PRB), o mais popularmente conhecido como Gilmar do Palmares, que atualmente exerce o cargo de vice prefeito de Theobroma, realizou uma sessão extraordinária no dia 31/12/2020, onde com os demais vereadores Gilliard (PSD) atual prefeito, Ronei (PRB), Zé Mota (MDB), Cleuza (PV), Cesar (PRB), Joana (MDB) votaram e derrubaram o veto total do prefeito. Sendo assim validando o projeto de lei. Os vereadores Aiton (PDT) e Carlinhos (MDB) não participaram desta sessão extraordinária. 

O site PORTALTHEOBROMA assim que recebeu a denuncia sobre a derrubada do veto do prefeito ao projeto, protocolou um documento no dia 12/01/2021, solicitando ao atual presidente da Câmara Municipal de Theobroma, uma copia do projeto de lei nº 729/2020 e informações sobre as votações já que infelizmente tais documentos não estão sendo divulgados no site oficial da Câmara. Mais até a publicação desta matéria a Câmara Municipal não respondeu nosso documento.

 

Lembrando que os novos vereadores eleitos Zé Barros Jr, Edmilson da Amorim, Vanessa Costa, João do Posto, Batata do fio e Gilmar do Fizin, assumiram seus mandatos a partir do dia 01 de janeiro de 2021 e não participaram da criação e votação deste projeto de Lei.

Já o atual prefeito Gilliard Gomes e seu vice Gilmar Alves e os vereadores reeleitos Ronei, Cesar e Carlinhos participaram de votações do projeto de lei nº 729/2020, que ao olhos da população theobromense os parlamentares são os verdadeiros privilegiados, já que reajustam os próprios salários e continuam protegendo suas regalias.

Veja como será o aumento aprovado pelos vereadores, que começara a valer a partir de Janeiro de 2022:

Vereador: Vai de R$ 4.600 mil para R$ 6.000 mil
Prefeito: Vai de R$ 10 mil para R$ 14 mil
Vice-prefeito: Vai de R$ 5 mil para R$ 8 mil
Secretário: Vai de R$ 4.600 mil para R$ 6.000 mil
Adjuntos: Vai de R$ 2.500 mil para R$ 3.000 mil

Varias perguntas não saem da cabeça dos moradores de Theobroma, Por que não fizeram esse projeto do aumento do salário antes das eleições? Por que aumentar tanto o salário do Prefeito e do vice?  Será que os vereadores também aprovaria um reajuste de até 60% nos salários dos trabalhadores do município?

Comentarios